No mar da Literatura


Com quase três anos de existência, a Barca do Livros leva de terça a domingo um pouco mais de encanto à vida de adultos, adolescentes e crianças da Grande Florianópolis/SC. Reconhecido e premiado nacionalmente, o projeto desenvolvido pela Associação Amantes da Leitura acaba de se tornar Ponto de Cultura, através do edital de Pontos de Cultura de Santa Catarina. A conquista deve ampliar o acervo, o alcance, as atividades e a imaginação de muita gente.

A luz amarela e o cheiro de café são só alguns dos motivos que deixam todo mundo querendo mais. O principal motivo é lúdico, é lirico, é instigante. Inclusive, é o mesmo motivo que convence muitas crianças a irem rapidinho para cama. Além disso, tem um sofá branco, preguiçoso, posto ao lado do baú de livros, anunciando descaradamente que os ouvintes serão vitimas do encantamento das histórias que estão por vir. Assim começa. Mas na verdade, quando começa nem se dedicam muitas atenções. É aos pouquinhos que o enrendo leva quem escuta a novos lugares, convida a experimentar novos cheiros, novas sensações. E quando menos se espera, pronto: virou vitima. Vitima dos contadores de estórias da Barca do livro, dos Amantes da leitura. Vitimas dos apaixonados pela literatura.

Para a Coordenadora Geral do Projeto, Tânia Piacentini, tornar-se Ponto de Cultura faz com que a Barca possa se unir a uma rede de quem trabalha por amor e dedicação à cultura. “ Acho que o ponto vai nos proporcionar fazermos parte de uma rede de quem realmente promove cultura e realiza trabalhos deste cunho pelo país. Isso para a Barca dos Livros já é fantástico” comenta.

No acervo são mais de 11 mil livros, entre catalogados e não catalogados. Enquanto isso o caderno de visitas registra cerca de 1.800 pessoas ao mês. Além de encantar-se com as narrativas lúdicas promovidas pelos contadores de estórias, os visitantes que cadastrarem-se à biblioteca podem fazer empréstimos dos livros gratuitamente. Assim como ouvir as estórias é de graça, e o passeio de barco, com contação de estórias às crianças, que acontece de tempos em tempos também é por conta da casa. Atividades fruto de parcerias, de voluntários, e de muito esforço de quem acredita que por meio da literatura, pode-se educar e incluir adolescentes, crianças e adultos.

Mesmo com todas as dificuldades que enfrenta e já enfrentou, o projeto agora ganha um novo ritmo, e promete mais atividades através do Ponto de Cultura. “Queremos agregar todas as formas de arte, e para isso vamos promover oficinas de artes visuais, de teatro, de contação de estórias e pensar maneiras de unir essas manifestações. Queremos juntar todas essas formas, e proporcionar que mais pessoas possam usufruir da cultura, da literatura, da arte” arremata.

Interessados em experimentar os encantamentos da Barca dos Livros, podem visitar sua sede de terças à domingos, na Rua Senador Ivo D'Aquino, nº 103, ao lado do trapiche da Lagoa da Conceição/Florianópolis – SC. Ou ainda através do site www.amantesdaleitura.org

 

Por Fabiane Berlese
Jornalista do Pontão Ganesha